Freud e os escritores

Freud e os escritores
Além da Letra – Acontecências

Maria Helena Martins

Trata-se de projeto idealizado por LENIRA FLECK e realizado por ela e LIANA TIMM –  que, pela  sofisticação e  exigência a seus espectadores seria  de conquistar público restrito e intelectualizado.  Ao contrário, está apaixonando as platéias e os leitores. Ao mesmo tempo em que apresenta  Freud, suas idéias e seus interlocutores em diálogos surpreendentes, mostra-os como criaturas com fraquezas, sentimentos semelhantes aos nossos. E essa aproximação privilegiada,  em diferentes linguagens verbais e não-verbais, essa acontecência, enriquece corações e mentes  de quem a compartilha.

Fato é que Freud e os Escritores se nasce como um projeto, desabrocha num evento e se desdobra em acontecimentos interligados, caracterizando uma acontecência, algo especial que foge ao usual e se espraia no tempo e no espaço, deixando marcas. As comemorações dos 90 anos e dos 100 anos de nascimento de Cyro Martins foram acontecências. Pretende-se  registrar aqui  as manifestações desse tipo que tenham alguma relação com o CELPCYRO. E nada mais significativo da que segue aqui.

 

logo freud 2

 

O projeto FREUD E OS ESCRITORES, iniciado em 2009, apresenta ressonâncias atemporais das preferências literárias, filosóficas e artísticas do pai da psicanálise.

Dentro do contexto histórico e original das ideias dos pensadores citados por Freud, o projeto atualiza estas interlocuções que seguem influenciando até os dias de hoje a subjetividade humana.

Através do texto de dramaturgia, da encenação teatral, da psicanálise, da literatura e da arte o projeto transita pela diversidade do pensamento humano aproximando os personagens ao cotidiano da vida.

Publicações, encenações e obras de arte apresentam a proposta de FREUD E OS ESCRITORES.

Idealizado por Lenira Fleck e logo assumido por Liana Timm, o projeto se desenvolve através do envolvimento destas duas profissionais que juntas articulam os desdobramentos necessários à plena realização da proposta.

freud e os escritores foto divulgao

Elenco e Direção em 2011: Dione Detânico, Liana Timm, Graça Nunes ( Diretora), Lenira Fleck

freud pequeno

 

Elenco e Direção em 2012: Ida Celina, Liana Timm, Lenira Fleck e Graça Nunes

programacao freud 1

Publicações:

COLEÇÃO RESSONÂNCIAS ATEMPORAIS composta por FREUD E OS ESCRITORES e MINIBIOS,

ou seja, publicações dos textos de dramaturgia e assuntos ligados ao projeto pela TERRITÓRIO DAS ARTES EDITORA.

Coordenação da coleção: Lenira Fleck

Design editorial: Liana Timm

livros já publicados:

FREUD & GOETHE

FREUD & THOMAS MANN

FREUD & SCHNITZLER

FREUD & LOU ANDREAS-SALOMÉ

FREUD & E.T.A. HOFFMANN

OUSADIA E PAIXÃO: Lou Andreas-Salomé

no prelo:

FREUD & NIETZSCHE

FREUD & SCHILLER

FREUD & SCHOPENHAUER

FREUD & STEFAN ZWEIG

A HUMILDADE É (BOA) PARA VERMES: Nietzsche

web cena 1 mth 1

OBRAS DE ARTE

resultantes da reflexão sobre as instigantes questões da subjetividade humana.

autoria: Liana Timm

séries já criadas: 78 obras

É TEMPO DE LOU

É TEMPO DE MANN

É TEMPO DE SCHNITZLER

É TEMPO DE HOFFMANN

É TEMPO DE NIETZSCHE 

em criação:

É TEMPO DE GOETHE

É TEMPO DE SCHILLER

É TEMPO DE SCHOPENHAUER

É TEMPO DE STEFAN ZWEIG

 

web cena 2 mth 1

Lenira Fleck  • Psicanalista e escritora

Autora e intérprete dos textos do projeto

Coordenadora do projeto

Produtora do projeto

Liana Timm  • Artista multimídia e escritora

Autora e intérprete dos textos do projeto

Autora das obras de arte

Designer do projeto

Produtora do projeto

 

DEPOIMENTOS

 

leniraimagem

Encontros (quase) possíveis…

Lenira Fleck

Psicanalista e escritora

 

O Sarau Freud e os Escritores surgiu de um remoto desejo de “garimpar” a pesquisa freudiana com a lupa de quem busca a origem do tesouro. Lacan acrescentaria a busca do tesouro de significantes que organiza uma obra. Muito além de uma necessidade de investigar as fontes da pesquisa freudiana há um forte desejo que foca  nas infinitas possibilidades da expressão humana, nossa maior riqueza.

Se o que nos constitui é nossa relação com o outro e com o mundo perguntamos: o que constitui uma obra, capaz de revolucionar a catedral intocável do conhecimento enquanto certeza? Como explicar o desejo que nos rege e ao mesmo tempo nos reinventa, longe de todas as possíveis certezas narcísicas que desde cedo nos ensinaram a construir?

O mundo regido por tantas dúvidas, a condição humana e seu eterno desamparo denotam a intensa beleza da fragilidade do ser em busca de respostas que são mutantes, mas consoladoras, mesmo que pontuais.

Um sonho, um pedaço de sonho aqui manifesta seu esboço: um pouco de Freud, arte, literatura, psicanálise, filosofia e, acima de tudo isso, a parceria sensível ao que o projeto é capaz de produzir enquanto efeito de miragem. Existe um (re)encontro com pensadores que fizeram a diferença para o mundo. Traduzimos  fatos reais, que o registro histórico aponta como verídicos, um pouco da vida e da obra, aqui traduzidos através de muita pesquisa e atravessados por nossas ficções… Juntamente com a escritora e artista Liana Timm, divido a autoria deste projeto, que nasceu há 30 anos atrás, quando iniciei o estudo de Freud e Lacan. Somos autoras e intérpretes.

No próximo dia 08 de maio estaremos apresentando o 30º  Sarau Freud e os Escritores, com a direção de Graça Nunes e a participação especial de Ida Celina. É assim, a cada encontro torna-se (quase)  possível como num sonho –  colocar em cena nossa “real” ficção.

 

……………………………………………………………………….

liana 

O QUE SERIA DA VIDA SEM A ARTE

Liana Timm

Artista multimídia e escritora

 

se Deleuze ousou mudar a perspectiva da arte afirmando ser ela um acontecimento primordial, um atravessamento de todas as qualidades expressivas das forças animais, minerais, vegetais e cósmicas;

se arriscou dizer que ela é inhumana por experimentar novas sensações  quando se junta, se mistura, se dissolve em outras naturezas,

como ignorar, neste nosso microterritório, as inúmeras forças que entrecruzadas podem desestabilizar configuracões estratificadas e possibilitar a proliferação de espaços de liberdade?

absorver, assimilar, recepcionar os movimentos e as invenções do mundo, liberando-os das amarras subjetivas e dos cânones coletivos é ir ao encontro de novas vivências e dimensões.

FREUD E OS ESCRITORES funciona assim: testando um desejo antigo de expressão múltipla, de intensidades e singularidades. de um trabalho além gênero, mutante e marginal, com bordas rarefeitas.

transdisciplinar, intelectual, emocional e físico. uma potencialização das expressões artístIcas, das percepções, das ideias, das sensações.

no emaranhado de sabedoria e conhecimento, vai-se costurando no silêncio das interrogações uma aposta. quer-se capturar um estilo estelar, um caldeirão expressivo de textualidade, visualidade, sonoridade e luz através de um corpóreo que se presentifica num ato de criação.

Saber que se conta com a cumplicidade e alucinação da experiência é mais que gratificante. Lenira Fleck não só divide o desafio comigo como o potencializa.

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………
PS: Nosso agradecimento à querida Maria Helena Martins pela sensibilidade dessa leitura poética do texto Acontecências, que tão bem define a nossa história. (publicado no site CELPCYRO este relato é um marco histórico do nascimento do projeto/2011) L.Fleck